DPO as a Service: Como essa prática pode reduzir custos para a sua empresa?

Os impactos que a LGPD trouxe aos negócios são imensos, e contar com um DPO as a Service hoje é fundamental. Conhecido como o protetor dos dados dentro de qualquer companhia, essa é uma função exigida pela nova legislação.

O alto custo do profissional, porém, fez com que muitas delas buscassem pela terceirização deste. Na prática, tem-se um preço mais baixo e mais valor agregado à companhia.

Antes de falar sobre tudo isso, porém, se faz necessário entender o que é DPO as a service e suas funções. Afinal, contratar esse tipo de serviço deve ser algo feito com conhecimento e garantias.

DPO as a Service: o que é?

Desde que entrou em vigor, a LGPD — Lei Geral de Proteção de Dados — exigiu diversas mudanças nas empresas. Em especial, estão aquelas ligadas à maneira como captam, guardam e utilizam os dados de seus consumidores. Outra exigência é a necessidade de um DPO — Data Protection Office.

Esse profissional, dentro deste contexto, é o “Encarregado de Dados”, exatamente o cargo requirido pela nova legislação. Dessa forma, é ele quem fica responsável pela proteção dos dados dentro de uma organização.

Por conta da alta especialização, esse é um cargo de alto valor agregado, o que dificulta sua contratação. Como solução para este fato, diversas são as companhias que optam por terceirizá-lo, adotando o DPO as a service.

As principais funções de um DPO

Além do que é, se faz interessante compreender de maneira mais aprofundada as funções de um DPO. Essas, de acordo com a própria LGPD, estão todas relacionadas a garantir o seguimento da nova legislação dos dados.

Sendo assim, algumas atividades são rotineiras desse cargo, dentre as quais pode-se destacar:

  • Seguir as determinações da LGPD;
  • Orientar a companhia sobre a lei;
  • Elaborar um programa de compliance sobre proteção de dados pessoais;
  • Aceitar reclamações e comunicações dos titulares, prestar esclarecimentos e adotar providências;
  • Receber comunicações da autoridade nacional e adotar providências;
  • Orientar os funcionários e os contratados da entidade a respeito das práticas a serem tomadas em relação à proteção de dados pessoais;
  • Executar as demais atribuições determinadas pelo controlador ou estabelecidas em normas complementares.

Por que contratar um DPO as a Service?

Esclarecidas as tarefas que um DPO exerce dentro de uma organização, você pode estar se perguntando sobre a necessidade de contratar um. Afinal, como dito na introdução deste texto, há também a possibilidade de terceirizá-lo.

No caso do DPO as a service, diversas são as vantagens que a companhia terá, como segue.

Redução de custos

A contratação de um profissional especializado na modalidade sob demanda, pode trazer uma grande redução de custos para a empresa. Dessa forma a empresa paga somente as horas contratadas e efetivamente trabalhadas.

Além disso, treinamentos avançados e certificações sobre esse tema não são baratos. Na modalidade DPO as a service, as organizações não precisarão se preocupar com esses custos.

No modelo de DPO as a service, o custo é destinado à empresa que presta o serviço para você. Com isso, as obrigações contratuais ficam a cargo dela e a companhia colhe apenas os benefícios de contar com um ótimo profissional. Além disso, ainda possui um colaborador que a faz cumprir com as exigências da LGPD.

Conflitos de interesse

Outro ponto a se analisar a admissão de um DPO é o conflito de interesses que este pode ter ao ser um contratado. Isso se dá porque ele deverá, ao mesmo tempo, defender os interesses da empresa e dos consumidores. Nesse momento, talvez precise fazer escolhas que tragam prejuízos à organização.

Em casos como esse, contar com um profissional isento é o mais recomendado. Ele seguirá as determinações da Lei Geral de Proteção de Dados à risca, evitando assim qualquer problema junto às autoridades. Ainda que possa parecer ruim para a companhia, é a melhor forma de se prevenir de futuras adversidades legais.

Otimização de recursos

Mais acima, foi dito que há uma redução de custos ao optar por um DPO as a service. Se bem utilizada, essa redução pode também representar uma otimização dos recursos da empresa. Este é um caso interessante, já que os valores que seriam gastos com um funcionário poderão ir para outros pontos estratégicos do negócio.

Para entender melhor esta situação, basta analisar o que será economizado com a terceirização desse colaborador. Esse valor pode, por exemplo, ser utilizado para incrementar as proteções contra ciberataques. Outra opção é investir em tecnologias para outros departamentos, ou ainda na expansão da organização.

Parceiro especialista

Por ser uma legislação bastante recente, a LGPD ainda traz muitas dúvidas, até aos trabalhadores treinados. Com uma legislação ainda em atualização, por muitas vezes pode se fazer necessária a opinião de um terceiro.

Com isso, contratar esse colaborador por meio de uma empresa especialista no assunto traz diversas vantagens. Esse é um parceiro chave para seu negócio, que poderá te dar suporte não apenas nesse tema. São diversas cabeças pensantes para te auxiliar sempre que houver alguma dúvida, seja ela tecnológica ou jurídica.

Amplo apoio

Seguindo essa lógica, é possível compreender que a adoção do DPO as a service traz também uma incrível rede de apoio a você. Muito mais do que apenas um funcionário, você contratará uma equipe completa para cuidar dos dados de seus clientes. E isso, nos dias de hoje, é algo extremamente valorizado, pelo mercado e pelos consumidores.

Isso significa, na prática, um valor incalculável e que poderá fazer a diferença em seus negócios. Ao invés de um profissional com carteira assinada, um verdadeiro time cuidará de sua conta com todo o conhecimento técnico necessário. Em termos de apoio, é como um departamento inteiro auxiliando nas decisões de sua companhia.

GRC JOBS: a solução da Walar para o DPO as a Service!

Com base nos dados informados acima, fica clara a importância de contar com o DPO as a service em sua empresa. Mais interessante e eficiente que a contratação de um profissional, essa é uma solução que te permite um crescimento sustentável. Para isso, porém, se faz necessário contar com um parceiro qualificado para te auxiliar.

A Walar é a empresa ideal para essa parceria, já que conta com mais de 25 anos de vivência em TI. Com experiência em projetos dos mais variados segmentos, disponibiliza as melhores soluções de infraestrutura e sistemas de gestão, fiscal e tributária.

Uma dessas soluções, o GRC JOBS, uma plataforma versátil que permite organizar os processos de Compliance de modo a orquestrar as atividades a serem realizadas, facilitando consideravelmente a rotina do DPO.

A ferramenta gera um mapa de risco, possibilitando que a empresa entenda o seu nível de compliance em relação às boas práticas estipuladas pela legislação. Assim, o DPO poderá gerenciar um projeto de ajustes de falhas, conforme suas prioridades e situação.

O GRC JOBS então auxilia a empresa a estrutura todas as fases de um projeto de LGPD:

  • Diagnóstico: Identifica falhas relativas à Segurança da Informação sob a ótica LGPD. Bem como produz mapa dos processos de tratamentos dos dados sensíveis identificados, contemplando inclusive clientes e fornecedores.
  • Implantação: Ajustes de contratos, políticas de privacidade e ativação de alerta de segurança. Além do reparo de sistemas quanto ao mascaramento de dados sensíveis e a implantação do Portal de Relacionamento com os Titulares dos dados pessoais.
  • Sustentação: Uma vez implantado o GRC JOBS, a empresa poderá gerenciar as ocorrências relacionadas ao tratamento de dados pessoais, atender e gerenciar as solicitações dos titulares dos dados

Ficou interessado? Entre em contato com um consultor da Walar para saber como estar sempre em compliance com a LGPD através do DPO as a Service!

Leave a Comment